2- Coronel João Monteiro de Araújo, (1820-1900), seus pais, seus irmãos, seus filhos, e, seus netos

“Ainda existirá a velha casa senhorial do Monteiro?

Meu sonho era acabar morando e morrendo

Na velha casa do Monteiro.”

Aquilo que ouvimos, e, que aprendemos, e, que nossos pais nos contaram,

não o encobriremos aos nossos filhos.

Nós os contaremos, de geração em geração.

Os escravos do  Coronel João Monteiro de Araújo comiam, à mesa, com ele, e ficaram com ele depois da abolição da escravidão no Brasil e depois continuaram com a Família indo para Penápolis-SP alguns deles. Ele dizia:

– Se D. Pedro II vier à minha casa, não tenho como dar um jantar para ele pois meus escravos comem à mesa comigo.

O Coronel João Monteiro de Araujo (1820-1900) morreu trabalhando, cuidando de porcos no mangueiro da Fazenda Badajós em Uberaba-MG
Ele dizia quando morava na Franca-SP:
– Se o D. Pedro II vier à minha fazenda, não poderei recebê-lo pois meus escravos comem comigo à mesa.

Vamos ver esta família porque 5 FILHOS DO CORONEL JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO casaram-se com 5 bisnetos e bisnetas da MADRIINHA DA SERRA, a quem este site se dedica.

JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO falecido em 1799 é o pai de:

JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO, fal. 1860, e que é pai de;

JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO (NETO) 1820-1900, que é o pai de

16 FILHOS – 5 dos quais casados com bisnetos da MADRINHA DA SERRA.

5 filhos do Coronel João Monteiro de Araújo e de Laura Cândida de Assunção,  casaram-se com 5 irmãos da Família Nunes de Souza,  descendentes, bisnetos, da Madrinha da Serra.

Vovó Laura Cândida de Assunção teve 16 filhos e teve filhos até 50 anos de idade.

Laura é filha de Demitildes Cândida de Assunção, e, de Antônio Pires de Morais, portanto, é quase certeza que Laura é prima primeira do CORONEL JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO.

Antônio Pires de Morais é provável irmão de Joaquim Pires de Morais, avô materno do Coronel JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO.

Laura nasceu em Candeias-MG, em 1829, e, o Coronel José Monteiro de Araújo nasceu, em 1820, também em Candeias-MG, mas não  encontrei ainda o batizado dele ainda. É provável que esteja em capelas filiais nos livros de Itapecerica-MG.

BATIZADO DE LAURA CÂNDIDA DE ASSUNÇÃO

Mapa de População de Candeias-MG

Base de nossa Genealogia

candeias-mapa

Depoimento Comovente e Histórico:

Entrevista com a Carmita, bisneta duas vezes do Coronel João Monteiro de Araújo:

OS MONTEIRO DE ARAÚJO em CANDEIAS-MG em 1831

No Mapa de população de Candeias-MG, em 1831, no fogo de seus pais JOSÉ MONTEIRO DE ARAUJO e MARIA JOAQUINA (de Jesus) PIRES DE MORAIS, o Coronel João Monteiro de Araújo aparece com 10 aninhos de idade.

JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO, chefe do fogo, cor branca, 46, casado, agricultor.

MARIA JOAQUINA, cônjuge, branca, 37, casado,  fiadeira

JOSÉ, dependente, cor branca, 12, solteiro.

JOAO, dependente, branca, 10, solteiro. (Esse é o nosso amado avô CORONEL JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO)

JOSEFA, dependente, branca, ?, solteiro

ANTÔNIO, dependente, branca, 4, solteiro

MARIA, dependente, branca, 6, solteiro

CÂNDIDA, dependente, branca, 11, solteiro

ANNA, dependente, branca, 7 solteiro

DEMETILDES, dependente, branca, 3 solteiro

nº escravos 11, nº moradores 23

==

Esses são os pais de Maria Joaquina de Jesus (Pires de Morais), ESPOSA do Capitão José Monteiro de Araujo e mãe do CORONEL JOÃO MONTEIRO DE ARAUJO; eles moravam, em 1831, em Candeias-MG, também:

JOAQUIM PIRES DE MORAIS, chefe do fogo, branca, 73, casado

MARIA CLARA DE JESUS, cônjuge, branca, 69, casado

JOAO PIRES, dependente, branca, 29, solteiro negociante

MANOEL PIRES, dependente, branca, 26, solteiro, negociante

FRANCISCO PIRES, dependente, branca, 27, solteiro, negociante

JOSE MARIA, dependente, branca, 20, solteiro

MANOEL, dependente, branca, 14, solteiro

nº escravos 2, nº moradores 7


A VINDA PARA FRANCA-SP em 1842

Em 1842, o Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO e sua família mudou-se para a Fazenda do Morro Redondo do Pontal, no atual município de Itirapuã-SP (a palavra itirapuã significa morro redondo), na época pertencente à Vila Franca do Imperador, província de São Paulo.

FOTO DA CASA SEDE DA FAZENDA DA SERRA, HOJE RESTA A SENZALA E PARTE DA CASA, ainda a nascente de água corre perto da casa.

O Coronel  João Monteiro de Araujo não veio junto com seu pai o o Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO, veio depois, provavelmente, pois seu primeiro filho José Cândido é nascido em Minas Gerais em 1843.

E no inventário do o Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO em 1861, o João Monteiro de Araújo ainda era residente em Candeias-MG.

Veio um pouco depois para Franca-SP.

Teve um problema em uma ponte, onde há processo sobre isto no Forum de Patrocínio Paulista.

Depois, segundo, se suspeita, por ajudar escravos fugidos, teve que ir para Uberaba-MG, para a Fazenda Badajós em 1891, mais ou menos.

Muitos dos filhos do o Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO ficaram em Franca-SP e foram gente importante e as filhas do o Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO casadas com gente importante.

Veja a página sobre  o Capitão JOSÉ MONTEIRO DE ARAÚJO pai de João Monteiro de Araújo (1820-1900) neste site.

O Coronel JOÃO MONTEIRO de ARAÚJO,  teve 16 filhos, vovó Laura teve seu último filho, tio Néca, aos 50 anos de idade, em +-1880.

O primeiro filho José Cândido Monteiro nasceu em 1843, e, faleceu em Uberaba-MG, em 1916.

Não sei se todos os 16 filhos do JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO foram para Uberaba-MG.

Nem sei quais foram direto de Franca-SP para Penápolis-SP, quais ficaram em Franca-SP, e, os quais passaram de Franca-SP para Uberaba-MG, e, depois, seguiram para Penápolis-SP.

Muitas das tias, irmãs do CORONEL JOÃO MONTEIRO de ARAÚJO casaram-se com gente importante de Franca-SP.

Por volta de 1892, mudou-se para a Fazenda Badajós, em Uberaba-MG.

Fazenda tão grande, lá no Chuá, que se andava um dia a pé de cavalo e não via o fim da Fazenda.

O CORONEL JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO Morreu de ataque do coração, no chiqueiro da fazenda, em 1900. Sim, estava trabalhando, aos 80 anos de idade.

Depois da morte da vovó Laura, em 1908,  os herdeiros rumaram para Penápolis-SP. Lá encontraram parentes vindos de Franca-SP.

O segundo Monteiro de Araújo, filho do João Monteiro de Araújo, a ir para Penápolis-SP, e, chamar os outros foi tio Antônio Monteiro de Araújo. Os netos dele já apareceram neste site.

NOTA: OS MONTEIROS DA FARMÁCIA MONTEIRO, DO GUÁLTER MONTEIRO, são primos mais distantes também vindos de Franca-SP e parente dos Faleiros, descendentes de MANUEL ANTÔNIO MONTEIRO, também pioneiro em Penápolis-SP.

=

OS 16 FILHOS, 8 homens e 8 mulheres, do CORONEL JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO e de LAURA CÂNDIDA DE ASSUNÇÃO:

Acredito que está lista que está no inventário da Laura Cândida de Assunção em 1908 em Uberaba-MG, atualmente guardado no Arquivo Público de Uberaba-MG, esteja por ordem de idade, PORÉM FORAM COLOCADOs Os NOMEs DOS HOMENS PRIMEIRO, NO INVENTÁRIO DA VOVÓ LAURA.

Só o tio Néca fica por último na lista de herdeiros da vovó Laura. Só se foi assim mesmo, todos os primeiros filhos foram homens, e, os primeiros filhos foram homens. É certo que tio Néca é o caçula.

O José deve ter nascido por volta de 1843, como consta no óbito dele 72 anos em janeiro de 1916, ver baixo, com vovó Laura tendo  por volta de 14 anos de idade, quando teve seu primeiro filho josé cândido o qual deve ter nascido em Candeias-MG e Campo Belo-MG.

A maioria dos filhos nasceu em Franca e depois Patrocínio Paulista-SP.  O mais novo, o tio Néca, deve ter nascido por volta de 1880 com vovó Laura com 50 anos de idade, conforme informou a Carmita da Silveira. Tudo isso será pesquisado ainda.

NO INVENTÁRIO DE SEU PAI, o capitão josé monteiro de araújo, EM 1861, EM FRANCA-SP,  O CORONEL JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO APARECE COMO MORANDO EM CANDEIAS-MG. A VOVÓ LAURA É DE CAMPO BELO MG, nascida em 1829, portanto tendo 14 anos quando nasceu seu primeiro filho em 1843. Vou procurar e achar este batizado nos livros de Candeias-MG.

ENTENDO QUE O CORONEL JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO NÃO DEVE TER VINDO COM SEUS PAIS PARA FRANCA EM 1843, QUANDO TINHA 23 ANOS DE IDADE E VOVÓ LAURA SOMENTE 13 ANOS.

Deve ter vividos seus primeiros anos de casado em Campo Belo-MG e Candeias-MG. O filho Carlos Justino Monteiro, meu bisavô já é nascido em 1863 em Franca-SP.

Assim, é provável que JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO e LAURA CÂNDIDA de Assunção tenham se mudado para o Morro Redondo do Pontal na atual Itirapuã-SP, em 1862 mais ou menos.

E AQUI APARECEM CINCO MONTEIRO CASADO COM 5  NUNES de SOUZA.

Estes 5 Nunes de Souza são  BISNETOS DA MADRINHA DA SERRA.

A Vovó LAURA teve o Tio Néca com 50 anos de idade, isso por volta de 1880. O mais velho, José Cândido, nasceu em 1843, e, o caçula NÉCA, por volta de 1.880.

1- José Cândido Monteiro. VIAJANTE, PIONEIRO NA COLÔNIA MILITAR DO DEGREDO EM PENÁPOLIS-SP branco, enterrado aos 72 anos de idade, em 11 de janeiro de 1916, em Penápolis-SP,  sepultura número 5. Natural de Minas Gerais, portanto, nascido em 1844, filho mais velho. Vou pegar certidão de óbito no cartório. Nascido em Candeias ou Campo Belo, em Minas Gerais. FOI PARA PENÁPOLIS-SP.

José Cândido Monteiro: branco, falecido aos 72 anos de idade, em 10/jan/1916, de febre algida. Enterrado, em 11 de janeiro de 1916, em Penápolis-SP. O seu registro de óbito é n° 5, folha 10.

Natural de Minas Gerais, (quase certo que em Candeias-MG).

Nascido em 1843, filho mais velho dos 16 filhos de João Monteiro de Araújo, e, de Laura Cândida de Assunção (também dita Laura Pires Monteiro).

Teve 10 filhos. 8 já eram mai

José Cândido Monteiro. VIAJANTE, PIONEIRO NA COLÔNIA MILITAR DO DEGREDO EM PENÁPOLIS-SP. Natural de Candeias-MG branco, enterrado aos 72 anos de idade, em 11 de janeiro de 1916, em Penápolis-SP,  sepultura número 5., portanto, nascido em 1843 ou 1844, filho mais velho dos 16 filhos do Coronel João Monteiro de Araujo. FOI PARA PENÁPOLIS-SP.

José Cândido Monteiro: branco, falecido aos 72 anos de idade, em 10/jan/1916, de febre algida. Já era viúvo quando faleceu.

Enterrado, em 11 de janeiro de 1916, em Penápolis-SP. O seu registro de óbito é n° 5, folha 10.

Filho mais velho dos 16 filhos de João Monteiro de Araújo, e, de Laura Cândida de Assunção (também dita Laura Pires Monteiro).

Casou-se, em 21/outubro/1871, em França-SP, com  Silveria Maria da Conceição, natural de Passos-MG, filha de João Severiano da Silveira, e, Hypolita Carolina de Abreu. ESTE CASAL PODE SER OS PAIS DO ANTONIO JULIO DA SILVEIRA que se casou com a Persília, irmão de José Cândido Monteiro.

joao severiano da silveira

Está da Silva no primeiro assento, mas é da Silveira como no outro assento abaixo..

joao severiano casamento

 

NOTA: João Severiano da Silveira, viúvo de Hipólita, casou-se com Ana, abaixo, irmã de José Cândido. Ver abaixo.

Teve 10 filhos. 8 já eram maiores de 21 anos, em 1916:

Hipólito, Alvina, Maria, Ilydia, Maria José, Adelina, Maria Augusta, João, estes todos maiores estas duas Izoldina e Antônia menores.

João Cândido Monteiro era um dos filhos dele que  morava em Penápolis-SP, e, foi o declarante do óbito. Os dois menores certamente, também, estavam em Penápolis-SP, em 1916.

Os Monteiro de Araújo, mais novos, sempre, contavam que o primeiro dos irmãos a chegar a Penápolis-SP foi o Antônio Monteiro de Araújo, em 1904. Ou um pouco mais, pois ainda teve filho em Franca-SP em 1907. Porém, conta-se que ele chegou em 1904, depois voltou para Franca-SP  por alguns anos, tendo filho em 1907, e, veio de novo para Penápolis-SP, tendo filho nascido em Penápolis-SP em 1911, e, morreu em São Paulo-SP.

Mas com muitas entrevistas, ouvimos daqueles que escutaram, dos antigos, que o primeiro Monteiro de Araújo, em Penápolis-SP,  foi o José Cândido Monteiro, viajante que passava pela Colônia Militar do Degredo.

NOTA: Maior de idade,  naquele tempo, era maior de 21 anos. É difícil entender hoje que um homem de 72 anos ainda tivesse filhos menores. E, lutou e lutou na vida e deixou apenas “ALGUNS BENS A INVENTARIAR.”

A vovó recebe o nome, no assento de óbito dele, de Laura Pires Monteiro; só que usava mais Laura Cândida de Assunção. Mas está certo, ela é mesmo uma Pires de Moraes por parte de pai. E quanto filho mulher. Onde estão os netos dele hoje? Não estou certo se o primeiro é Hipólito ou Hipólita. A testemunha Domingos Vieira da Silva é o famoso bandoleiro.

Ver mais sobre ele na História de Penápolis-SP, neste site.

https://madrinhadaserra.com/a-origem-e-o-povoamento-de-penapolis/

https://madrinhadaserra.com/a-penapolis-do-nosso-tempo/

Tio José Cândido Monteiro, então, nasceu em 1843, em Minas Gerais; os seus filhos nasceram entre 1860 e 1892, e, os menores, após 1892, para dar certo as idades.

Diz que é nascido em Minas Gerais. O vovô Coronel João Monteiro de Araújo teve os filhos mais velhos em Candeias-MG ou Campo Belo-MG. E, seu pai, Capitão José Monteiro de Araújo, mudou-se de Candeias-MG para Franca-SP, em 1842.  Ou melhor, neste ano de 1842, comprou a Fazenda Morro Redondo do Pontal, na atual Itirapuã-SP.

Aos dez dias do mez de janeiro do anno de mil novecentos e dezesseis, nesta cidade de Pennapolis, Districto de Paz e municipio de Pennapolis, Comarca de Bauru, do Estado de São Paulo, em meu cartorio compareceu João Candido Monteiro, com vinte e quatro annos de edade, solteiro, funcionario publico, natural do Estado de Minas Geraes, residente nesta cidade de Pennapolis, e em presença das testemunhas abaixo nomeados e no fim assignados, exhibindo attestado de duas pessoas moradores nesta cidade os senhores Antonio Pereira dos Santos e Fabianno Nogueira Porto,  declarou que no dia dez do dito meze anno as sete e meia horas da manhã, em sua casa de moradia á rua Bento da Cruz, o seu pae José Cândido Monteiro, digo, horas da manhã, falleceu de morte natural, febre algida conforme o referido attestado, em sua casa de moradia o seu pae JOSÉ CÂNDIDO MONTEIRO, á rua Bento da Cruz, desta cidade, com setenta e dois annos, casado, lavrador, natural do Estado de Minas Geraes, brasileiro, residente neste districto, do sexo masculino, de côr branca, filho legítimo de João Monteiro de Araújo e Dona Laura Pires Monteiro, estes são fallecidos. Casado que foi com Dona Silveria Maria da Conceição residente nesta cidade e de seu consorcio com esta deixa nove filhos, digo, deixa dez filhos que são: Hippolito, Alvina, Maria, Ilydia, Maria José, Adelina, Maria Augusta, João, estes todos maiores estas duas Izoldina e Antonia menores e não deixou, digo e deixou alguns bens a inventariar. O seu cadaver será inhumado no cemiterio desta cidade de Pennapolis. Serviram de testemunhas: Domingos Vieira da Silva e Lourenço Antonio; Do que para constar lavrei este termo, que lido e achado conforme vai devidamente assignado. Eu Andrelino Vaz de A.., Official e Registro Civil, que o escrevi e assignei.

A Colônia Militar do Degredo tinha fama de que quem ia para lá, não voltava.

José Cândido Monteiro teria, portanto, 26 anos de idade no final da Guerra do Paraguai, em 1870.

História escutada dos Monteiro de Araújo, mais velhos, de Penápolis-SP, e, transmitida até nós.

É história preservada.

2- Antônio Monteiro de Araújo, casado com Mariana Nunes de Souza, bisneta da Madrinha da Serra. Se é o segundo filho, nascido por volta de 1850, deve ter ido para Penápolis-SP com, mais ou menos, 58 anos de idade. Faleceu em São Paulo-SP. Os únicos que preservaram a assinatura MONTEIRO DE ARAÚJO. ESSE ANTÔNIO MONTEIRO DE ARAÚJ0 É QUE TROUXE OS OUTROS IRMÃOS PARA PENÁPOLIS-SP. Morreu em São Paulo-SP. Sempre se conta isto. Tudo indica que seu irmão  mais velho que o trouxe para Penápolis-SP, o número 1, acima, que conhecia Penápolis-SP, desde o tempo da Colônia do Degredo. FOI PARA PENÁPOLIS-SP.

3- João Monteiro dos Santos.

4- Ernesto Antônio Monteiro.

5- CARLOS JUSTINO MONTEIROnosso amado avô, casado com MARIA DO CARMO DE SOUZA, bisneta da Madrinha da Serra. Nascido, em 1863 mais ou menos, em Franca-SP,;mesma idade do tio Pedro abaixo. MORREU EM PENÁPOLIS-SP, EM 1936, CHEGOU LÁ EM CARRO DE BOI EM 25 DE SETEMBRO DE 1912. FOI PARA PENÁPOLIS-SP.

6- Pedro Monteiro de Araújo, casado com Ana Augusta de Souza, bisneta da Madrinha da Serra. ESSE FOI PARA PENÁPOLIS-SP, MORREU EM 1944 EM PENÁPOLIS-SP; pai da DONA MANDICA que se casou com o URIAS, seu primo. FOI PARA PENÁPOLIS-SP.

7- João Monteiro de Araújo (filho), casado com Lauriana Nunes de Souza, bisneta da Madrinha da Serra: Estes são os pais do QUINCA MONTEIRO, o Francisco Nunes Monteiro. CUIDADO COM HOMÔNIMOS AQUI.  tio João também teve um filho de nome João, irmão do Quinca Monteiro. FOI PARA PENÁPOLIS-SP.

8- Maria Cândida de Assunção, casada com Ananias Ferreira Barbosa.  Seu filho Francisco Ferreira Barbosa (Chico Barbosa) casou-se com a Adélia, filha do Carlos Monteiro de Araújo, portanto, seu primo. A Carmita conta que essa Maria Cândida morou dois anos em Penápolis-SP, e, depois voltou para Uberaba-MG. Deve ter morrido em Uberaba-MG. Ver sobre os filhos da Tia Bia abaixo, e, na página inicial da Madrinha da Serra. FOI PARA PENÁPOLIS-SP.

9- Persília Cândida de Assunção, nossa amada avó,  Vó Persília. Casada com ANTÔNIO JÚLIO DA SILVEIRA.  O casamento provavelmente ocorreu, por volta de 1877, em Cássia-MG. Os primeiros filhos foram nascidos lá ou em Patrocínio Paulista-SP. ANTÔNIO JÚLIO DA SILVEIRA nasceu, em 1856, em Passos-MG, morreu, aos 51 anos,  a Fazenda Badajós, em Uberaba-MG, de tuberculose.  Ele bebia demais. Morreu pobre. Em 1904, vendeu terras para pagar dívida.  João Severiano da Silveira e Hypolita Carolina de Abreu, pais do irmão José Cândido. ESTE CASAL PODE SER OS PAIS DO ANTONIO JULIO DA SILVEIRA que se casou com a Persília, irmão de José Cândido Monteiro.

VEJA A PAGINA SOBRE NÓS SILVEIRA NESTE SITE.

https://madrinhadaserra.com/historia-dos-silveira-fernandes-julio-da-silveira-no-brasil-comeca-na-inconfidencia-mineira/

Antônio Júlio da Silveira e Persília tiveram de filhos provavelmente em Ibiraci-MG.

Maria, que veio casada de Ibiraci-MG SIM, E JOÃO SEVERIANO É DE IBIRACI, como declarado no casamento com Ana

Mariana,

Antenor,

João Júlio da Silveira, MEU AVÔ PATERNO, que se casou com sua prima primeira ALCINA MONTEIRO, filha de CARLOS JUSTINO MONTEIRO, o número 5 acima.

10- Ana Cândida de Assunção: casada com João Severiano da Silveira, cuja filha se casou com José Cândido número 1 acima, ficou na Fazenda Badajós, em Uberaba-MG, mãe da Mariana, Seo Lica e o Abílio.
Declara ser de Ibiraci-MG, Dores do Aterrado, como a Carmita disse do Antônio Júlio da Silveira..

joao severiano casamento

11- Maria das Dores Monteiro, (Sadóca), casada com Joaquim Garcia de Almeida.  Carmita sabia do apelido dela. Carmita também falava de uma dolores na foto com persilia e juquinha.  Faleceu viúva em Penápolis-SP, em 1948. FOI PARA PENÁPOLIS-SP.

12- Cassiana Cândida de Assunção; (também chamada Cassiana Monteiro de Araújo); era chamada de Tia Ciana; era atrapalhada da cabeça; viveu e morreu no Badajós, em Uberaba-MG. Casada com Olímpio de Araújo Rosa. Este era descendente do fundador de Uberaba-MG, Sargento Mór Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira.

Ver no site da Família Silva e Oliveira:

http://www.capitaodomingos.com

Filhos de Cassiana, a tia CIANA:

Aristides, Américo, Adelino, Maria, Almerinda, Agripina e Antônio.

13- Ester Cândida de Assunção, casada com Joaquim Nunes de Souza, foram para Penápolis-SP, ele foi vereador da primeira turma em 1914, avôs do Paulo Nunes de Souza. FOI PARA PENÁPOLIS-SP.

14- Carlota Cândida de Assunção, casada com João Garcia Duarte Vieira, (pode ser dos Garcia Vieira que foram para Penápolis-SP, dos parentes do Barão da Franca-SP, o José Garcia Duarte). Podem ter ido para Penápolis-SP. Alceu Júlio da Silveira, no seu nascimento, teve um declarante de nome José Garcia Duarte Vieira.

15- Eleolina Cândida de Assunção casada com Antônio M? da Costa, avôs da Carmita da Silveira, está que tem depoimento em vídeo no inicio desta  página. São os pais da mãe da Carmita, a Maria.

16- Manuel Monteiro da Silva, Tio Néca, CAÇULA, o último a sair da Fazenda Badajós, na década de 1940, e foi para Trindade-GO, alguns filhos voltaram para Uberaba-MG. Tio Néca foi casado com Virgínia da Rocha, descendente do fundador de Uberaba-MG, Major Eustáquio, e, filha do importante homem de Uberaba Major Antero Ferreira da Rocha e de Policena Paula Emília da Rocha. 

Tio Néca teve de filhos: Maria de Lourdes,  e mais dois de seus filhos voltaram de Trindade-GO para Uberaba-MG. Viveram estes dois filhos uns tempos no Estado do Tocantins. Têm, seus descendentes, terras no Badajós em 2014. Moram eles ou filhos deles no Bairro da Abadia, em Uberaba-MG.

A Vovó LAURA teve ele com 50 anos de idade, isso por volta de 1880 em Franca-SP, na Fazenda Morro Redondo do Pontal, atualmente Município de Itirapuã-SP.

Vou procurar inventários deles todos.

Veja agora os filhos e descendentes do CARLOS JUSTINO MONTEIRO, O NÚMERO 5 ACIMA,  casado com MARIA DO CARMO DE SOUZA, quinto filho do CORONEL JOÃO MONTEIRO DE ARAÚJO: FOI PARA PENÁPOLIS-SP.

Adélia, a mais velha, nascida em Patrocínio Paulista,  que foi casada com o seu primo Francisco Ferreira Barbosa (Chico Barbosa). Viveram em Promissão. A Madrinha Adélia era a mais velha dos 10 irmãos, (mãe da do Geraldo Barbosa (que foi casada com Catarina), Edite c/c Luís, Filhinha (mãe da Marili, Magali e Fernando) e da Nair que foi casada com o Nenê Langhi).  O Geraldo Barbosa eu conheci, foi pioneiro em Campo Mourão-PR, gostava de visitar parente. Eh homem bom. Contou-nos muitas histórias antigas que vou postar em breve. Visitamos eles em Campo Mourã-PR , na Páscoa de 1987, na casa do filho dele, o Francisquinho. Ele tem também o Geraldinho, instrutor de paraquedismo em Guaratinguetá-SP.

Emília, Bia, que foi casada com o Professor Altino de Araújo Vaz de Melo, (mãe do Frei José ( batizado como Garibaldi Celso), da Iraci Béber c/c Guilherme Béber, da poetiza Carmita de Melo Ahmad, Carlito e………), A Tia Iraci teve a Bila (já falecida), o Carlota que é o pai da Cristiane Beber que tem Locadora pertinho da casa da Cema, (filha do Quinca Monteiro e mãe da miss Penápolis).

Custódia, (Tóda), que foi casado com José Garcia Vieira, dos “Garcia Duarte” do Barão da Franca. TÓDA (Custódia) é mãe de Jandira (casada com irmão do Ninil e tem os filhos: 1-José Mauro, 2-Juraci e 3-Maria do Carmo (Cotinha)). TIA TÓDA (Custódia) também é mãe e José (Zeca) e da Eunice. A Eunice era de Avanhandava-SP onde tem filhos.

ABÍLIO, Bilico, que foi casado com Nair Correia, da familia Silva e Oliveira; Bilico é pai da Adair que é casada com o vereador de Uberaba-MG Arly Coelho). Bilico também é pai do Wanderlei, do Elton Siles e da………….., ainda vivos). Estes “Correia’ da Tia Nair parece que são parentes dos Silveira do Juquinha e Antenor.  Certo é que a Nair Correia é parente minha por parte dos Silva e Oliveira pioneiros em Uberaba-MG. Vou pesquisar mais no livro dos Silva e Oliveira. É homenageado dando nome a uma rua em Uberaba-MG, a Rua Abílio Monteiro.

CARLOS, Carrinho, que foi casado com sua prima Maria de Lourdes (Lica) Monteiro, filha do João Monteiro de Araújo Júnior e Lauriana de Souza. Carrinho é pai do pai do Walter Monteiro, ainda vivo e que não teve filhos. Primos 2 vezes , o Carrinho e a Lica.

Alcina Monteiro (a Chinica) TRINETA da MADRINHA DA SERRA, (filha de MARIA DO CARMO DE SOUZA), se casou com seu primo JOÃO JULIO DA SILVEIRA (o JUQUINHA) e tiveram 7 filhos. Ou seja: Chinica e Juquinha são netos do Coronel João Monteiro de Araújo. Tiveram também um menino que nasceu morto em 1931.

URIAS, que foi casado, em 1920, em Penápolis-SP, com sua prima 2 vezes, a Mandica (Armanda Monteiro de Souza), filha do tio Pedro Monteiro de Araújo e Ana Augusta de Souza, (pai de Cidinha casada com José de Castro, Marina casada com Filó Cruvinel, e da  Honorina casada com Antônio Carrilho de Castro Neto (o Toneco).  As 3 filhas do Urias são falecidas.  José de Castro e TONÉCO são irmãos.

Amélia, (Melinha), que foi casado com Enoch de Paula Ribeiro, (que era viúvo de uma prima nossa, a Laura Nunes Monteiro, que é filha da Antônio Monteiro de Araújo e Mariana Nunes de Souza). Melinha é mãe do Hélio, que faleceu em 2011 e que foi casado com Odete. Hélio teve vários filhos. Melinha também é mãe do Láercio que morreu de acidente com 20 anos de idade. Enoch teve três filhos no primeiro casamento: Fiica, Anita, casada com João Sampaio (que foi prefeito de Penápolis-SP), e Lutácio. VER SOBRE ELES, acima, na parte do ANTONIO MONTEIRO DE ARAUJO E MARIANA (filha da Custódia Nunes).

Totonho Totonho, que foi casado, em Penápolis, com sua prima em segundo gráu, Maria Aparecida Cintra Monteiro, filha do primeiro casamento de Gulhermino Cintra natural do Garimpo das Canôas-MG com a Arlinda de Souza Monteiro, que é filha do tio Pedro Monteiro de Araújo.  A segunda esposa do Guilhermino era a Cândida. A Tia Aparecida é irmã do Acácio. Totonho  era o caçula e primeiro a falecer em 1947, tragicamente, (pai de José, Inês e do Toninho, estes 3 ainda vivos). Portanto tia Aparecida e Totonho também são primos (em segundo gráu). Inês é mãe do Marcelo e da Mônica. O Marcelo tem os filhos Lucas e Rafaela. A Mônica tem o filho Bruno e as gêmeas Beatriz e Gabriela. O Toninho tem o Gustavo e a Juliana (que é mãe da Isadora). O Tio Totonho morreu na roda do engenho. Estava muito frio e o capote dele enroscou na roda.  a Mônica me adora.

ANTONIETA, a Tia Nenê, que foi casado com seu primo Alberto Nunes de Souza ( sem filhos). Alberto é filho do Joaquim Nunes de Souza e Ester Cândida Monteiro. São primos 2 vezes portanto, Nenê e Seo Alberto.

==

Anúncios

16 Respostas to “2- Coronel João Monteiro de Araújo, (1820-1900), seus pais, seus irmãos, seus filhos, e, seus netos”

  1. marcelo magrin Says:

    Olá, a minha avó olga monteiro era de itirapuã, filha de Manoel Gonçalvez monteiro . Seu irmao juvencio monteiro morava em penapois .Será que eles teriam algum parentesco com joao monteiro de araujo?

  2. Lucas Fernandes Castro Says:

    Gostaria de saber se você tem fotos antigas de Candeias Minas Gerais para me enviar.

  3. Rosangela Maria de Andrade Says:

    OLÁ…NASCI EM GOV.VALADARES,EM 1964, MINHA MÃE SE CHAMA MAURA E MEU PAI ANEDINO VIEIRA DE SOUZA…SEGUNDO MINHA MÃE, ELE JÁ É FALECIDO DESDE QUE EU TINHA 1 ANO E 8 MESES, MEU NOME NO BATISTÉRIO CONSTA COMO “GENIRA VIEIRA DE SOUZA”, ELA TAMBÉM DIZ QUE TENHO DOIS IRMÃOS POR PARTE DE PAI , JANDIR E LUIZINHO E QUE MORAVAM NA ILHA DOS ARAÚJO. GOSTARIA DE REENCONTRÁ-LOS, É POSSÍVEL ?? OBRIGADA, AGUARDO RESPOSTA.

  4. Maria de Lourdes Vieira Milreu Says:

    Oi, meu nome é Maria de Lourdes Vieira Milreu, sou filha dos falecidos Vicente Vieira da Silva e Luzia Maia da Silva. Sobrinha neta de Domingos Vieira da Silva. Sei que nasci na Fazenda do Quincas Monteiro. Gostaria de saber o nome da Fazenda. Seria possível? Sempre tive essa curiosidade. Obrigada!

    • GENEALOGIA SILVA OLIVEIRA UBERABA-MG FRANCA-SP MADRINHA DA SERRA Says:

      Parabéns. Gostaria que nos escrevesse sobre o Domingos Vieira e os filhos deles. O Quinca tinha muitas fazendas. A Fazenda do pai dele era a Fazenda Santa Lauriana, ou fazenda velha. a Cema filha do Quinca morreu este ano.

  5. Sonia Monteiro Says:

    6- Pedro Monteiro de Araújo, casado com Ana Augusta de Souza, bisneta da Madrinha da Serra. ESSE FOI PARA PENÁPOLIS-SP, MORREU EM 1944 EM PENÁPOLIS-SP; pai da DONA MANDICA que se casou com o URIAS, seu primo. FOI PARA PENÁPOLIS-SP.

    Meu Deus, sou a sétima geração após a Madrinha da Serra.
    A Mandica era irmã do meu avô Adauto Monteiro de Souza.
    Tem foto dele com minha avó, minha mãe e tio pequenos aqui no site.
    Sou Sonia Valéria Monteiro de Souza, filha de Waldecir Monteiro de Souza, filha de Adauto Monteiro de Souza, filho de Pedro Monteiro de Araujo e Ana Augusta de Souza. Tem fotos de nosso albúm aqui no site.

  6. 2- Coronel João Monteiro de Araújo, (1820-1900), seus pais, seus irmãos, seus filhos, e, seus netos – MADRINHA DA SERRA – JOAQUINA CUSTÓDIA DA CONCEIÇÃO Says:

    […] magrin Says: 14 de agosto de 2011 às 2:54 pm | Responder   editarOlá, a minha avó olga monteiro era de itirapuã, filha de Manoel Gonçalvez […]

  7. Joana darc Ananias de Jesus Says:

    SOU NETA DE JOÃO ANANIAS CÂNDIDO..FILHA DE ANTONIO ANANIAS SOBRINHO..MEU NOME JOANA DARC ANANIAS DE JESUS..

  8. Joana darc Ananias de Jesus Says:

    Família João Ananias Cândido gostaria de saber sobre os Ananias de onde vieram se eles fazem parte dessa família gostaria de saber mais vou deixar o meu e-mail entra em contato comigo por favor

  9. Joana Darc Garcia Sady e Ávila Says:

    Sou neta de Maria Augusta Monteiro, filha de Jose Cândido Monteiro. Frequentei a casa de tia Adelina, que também morava em Uberaba, e lembro de minha mãe receber visita da tia Izoldina, que morava em Pirassununga. Convivo com bisneta da Ilydia. Achei bom dar esse mergulho no passado.

    • GENEALOGIA SILVA OLIVEIRA, Faleiros, Leme, UBERABA-MG, FRANCA-SP, MADRINHA DA SERRA, Três Ilhoas Says:

      Parabéns. Estava esperando vocês aparecerem. O José Cândido que fala é o que morreu em 1916 em penápolis-sp? conte sua história, passe o nome dos netos todos e onde viveram.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: